Á - É - I - Ó – U DO TRABALHO COM CRIANÇAS

Atualizado: Jan 13


O final de semana está chegando e milhares de professores de Educação Cristã vão adentrar as salas de aula para ensinar a Palavra de Deus para as crianças do Ministério Infantil. Isso é formidável, porém precisamos lembrar de alguns requisitos desse lindo Ministério.

1- A - AMOR

O que leva alguém a ser consciente de sua responsabilidade pastoral com as crianças é estar tomado de amor ao Senhor Jesus.


“Depois de terem comido, perguntou Jesus a Simão Pedro: Simão, filho de João, amas-me mais do que estes outros? Ele respondeu: sim, Senhor, tu sabes que te amo. Ele lhe disse: APASCENTA OS MEUS CORDEIROS” (Jo 21.15)

E - ESPERANÇA

Não haverá ministério eficaz com as crianças sem esta esperança de que veremos os frutos de nosso trabalho, para a glória de Deus.


“Que virá a ser, pois, este menino? (Lucas 1.66)

I - INVESTIMENTO

Quanto custa formar uma criança? Sem dúvida trabalhar com os pequeninos exige gastos, exige investimentos. Investimentos não só de dinheiro, de material, mas também de tempo.


Então lhe disse a filha de Faraó: Leva este menino, e cria-mo; pagar-te-ei o teu salário. A mulher tomou o menino, e o criou (Ex 2.9)

O - ORAÇÃO

Aquele que trabalha com as crianças precisa aprender o segredo da oração por si mesmo, pelo seu preparo, que sua vida seja um exemplo e pela salvação das crianças e seu crescimento espiritual.


"Levante-te, clama de noite no princípio das vigílias; derrama o teu coração como água perante o Senhor; levante a Ele as tuas mãos, pela vida de teus filhinhos, que desfalecem de fome à entrada de todas as ruas. "(Lm 2.19)

U - URGÊNCIA

É urgente ganhar as crianças para Cristo. Enquanto crianças elas são mais suscetíveis de serem evangelizadas, de reconhecerem seu pecado, de crerem na pessoa e obra de Jesus.


“Assim, pois, não é da vontade de vosso Pai Celeste que pereça um só destes pequeninos” (Mt 18.14).

Autoria: Zelina M.R. da Paz

Querido Professor que Deus o abençoe e o inspire abundantemente.

Mara Melnik

#Dicasparaprofessores #MinistérioInfantil

0 visualização